Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Amipa une forças para ajudar o Rio Grande do Sul em momento de crise

Publicado em 09/07/2024 - 20:49 Por Cristiane Guimarães
destaque
Créditos da imagem: Divulgação

Uma ação solidária coordenada pela Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), por meio do seu Fundo Social Algobom, em parceria com a Cooperativa dos Produtores de Algodão do Estado de Minas Gerais (Cooperpluma), viabilizou a doação de mil toalhas de banho 100% algodão para o Rio Grande do Sul (RS). Os recursos financeiros destinados à compra do material foram doados pelos cotonicultores filiados às entidades. As toalhas foram embaladas individualmente e acompanhadas de cartões com mensagens de apoio à população gaúcha.

A Associação ainda promoveu uma campanha interna entre seus colaboradores para arrecadação de fraldas descartáveis infantis, que também foram destinadas à doação.

A gerente administrativa da Amipa, Lucélia da Costa Borges, explica como a organização coordenou essa iniciativa. “O processo começou com a identificação das demandas emergenciais apresentadas pelos gaúchos, que incluíam materiais de higiene pessoal e limpeza. Como nosso negócio é algodão, procuramos fabricantes de toalhas e negociamos um preço adequado à intenção de compra e ao orçamento. Após várias cotações, chegou-se a um acordo satisfatório que viabilizou a aquisição de um bom volume. Em seguida, propusemos uma parceria à Cooperpluma e fechamos o negócio”.

Inácio Carlos Urban, presidente da Cooperativa e vice-presidente da Amipa, destacou o impacto esperado com essa ação: "Sabemos que o que aconteceu no RS foi uma das maiores tragédias do Brasil, e que as consequências perdurarão por muitos meses. Esperamos impactar a vida imediata daqueles que foram beneficiados por nossa contribuição e incentivar outros a também contribuírem para amenizar a dor dos gaúchos. A parceria com a Associação, com nossos produtores de algodão e colaboradores, trouxe um senso de propósito à nossa missão de aquecer e dar conforto". Ele reforça também o sentimento de altruísmo e solidariedade dos cotonicultores mineiros, que foram rápidos em aderir à causa. “A afirmativa que ‘uma andorinha sozinha não faz verão’ se faz muito verdadeira em momentos como o que Rio Grande do Sul está passando. Somente com a união de forças é possível socorrer e atingir mais pessoas. Foi o que ocorreu em nossa experiência”.

Kits infantis para confortar e ajudar crianças gaúchas
Pensando também em levar um pouco de cor e alegria para as crianças, a Amipa preparou 500 kits infantis para os pequenos gaúchos. Cada kit continha lápis de colorir, massinha de modelar, apontador, cartela de adesivos, pirulito e uma cartilha para colorir contando a "A História do Algodão". Para tornar a iniciativa mais humanizada, a Associação procurou escolas de Patos de Minas (MG) a fim de obter cartas redigidas por crianças e que foram integradas aos kits. Desenhos, mensagens de apoio, orações manuscritas e até presentes foram preparados pelos estudantes com muito carinho e capricho.

Lucélia explica que a parceria com as escolas foi fundamental, pois as cartas foram uma forma de gerar um vínculo de aproximação “de criança para criança”, fazendo com que a mensagem de apoio fosse, de fato, verdadeira. “Todas as escolas receberam a ideia com entusiasmo e desenvolveram, junto aos alunos, trabalhos que demonstraram um profundo senso empatia, solidariedade e preocupação com o próximo”, diz.

Participaram da ação o Amparo Maternal Eurípedes Novelino e as escolas Colégio Nossa Senhora das Graças (CNSG), Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Patos de Minas (CTPM), Confiar Kids Escola Infantil, Escola Estadual Monsenhor Fleury, Escola Estadual Professora Paulina de Melo Porto e Escola Estadual Professor Antônio Dias Maciel.

??A Amipa, além de empenhar recursos financeiro do Fundo Social Algobom para preparar os kits, também obteve apoio de doações das empresas solidárias integradas ao projeto em 2024: Grupo América Servis Terceirização e Serviços, Grupo Elite Travel e Paranoá Hotel.

Mobilização e Logística
A etapa final envolveu a negociação com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Prefeitura de Patos de Minas e a Defesa Civil, para organizar o transporte das doações. Em 7 de junho, a carga foi despachada para uma base de apoio no Rio Grande do Sul, com distribuição prevista para as regiões do Vale do Taquari, Eldorado do Sul, Porto Alegre e Canoas.

A ação conjunta da Amipa e da Cooperpluma em representação aos cotonicultores mineiros, bem como de colaboradores, escolas e empresas solidárias, reflete a força da união e da solidariedade do povo mineiro em momentos críticos. “O slogan trabalhado na campanha foi ‘somos um só povo, somos todos irmãos’, portanto, faz todo o sentido que façamos algo frente à situação. Ainda há o fato de os produtores mineiros terem total solidariedade com a classe gaúcha, dado o conhecimento das dificuldades que o agronegócio vinha enfrentando antes da situação das chuvas e, agora, agravada pelo ocorrido” afirmou a gerente administrativa. 

Para Daniel Bruxel, presidente da Associação, essa ação representa o papel do Fundo Social Algobom. “O Algobom é a ferramenta que o produtor de algodão de Minas Gerais utilizou para ajudar os irmãos do Sul e tenho certeza de que novas ações serão implementadas em prol do povo gaúcho. O produtor de algodão mineiro é solidário e estará sempre apoiando as pessoas em situações de vulnerabilidade, em vários municípios de Minas Gerais e do Brasil”, finaliza.

Legenda da foto: As doações foram entregues por colaboradores da Amipa e Cooperpluma na base de recolhimento da Prefeitura de Patos de Minas, de onde seguiu para o Rio Grande do Sul. Fotos: divulgação Amipa.