Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Como o calor pode afetar os doentes reumáticos?

Publicado em 16/11/2023 - 08:56 Por Cristiane Guimarães
destaque
Créditos da imagem: Divulgação

Reumatologista com mais de 50 anos de carreira fala sobre cuidados fundamentais.

Calor intenso, verão se aproximando e nunca é demais falar sobre os cuidados que devemos ter na época mais quente do ano.

Nesta entrevista, vamos abordar os cuidados que os 15 milhões de brasileiros com doença reumática devem ter neste período e ainda dar algumas dicas dos locais mais apropriados para programarem suas férias de verão.

Quem vai comentar o assunto é o veterano da reumatologia, Dr. Carmo Gonzaga de Freitas, que vivencia esta realidade há 52 anos. São mais de 45 mil pacientes já atendidos por ele, o que o torna autoridade máxima quando o assunto é reumatologia.

Acompanhe:
Dr. Carmo, é verdade que a mudança de temperatura pode afetar o paciente reumático?
CGF: Sim. Mudanças de temperatura, seja para o calor ou até mesmo frio, afetam o doente reumático, uma vez que fazem com que músculos e tendões se expandam ou contraiam. Então, vejam bem: a temperatura não causa a doença reumática, mas pode influenciar na dor que o paciente sente. Assim, o tratamento e a prescrição medicamentosa podem variar para ajudá-lo a passar melhor por esses períodos, e para isso o acompanhamento periódico com o médico é essencial.

Há alguma doença reumática que requer mais cuidados em relação à exposição solar?
CGF: O Lúpus Eritematoso Sistêmico ou Cutâneo. A luz solar provoca pequenos danos na pele e nas pessoas com Lúpus isso ativa células do sistema imune que podem reativar a doença. Chapéu, boné, uso de protetor solar com fator de proteção alto e evitar exposição ao sol entre 10h e 16h são alguns cuidados básicos. Apesar disso, é sempre bom lembrar que a exposição à luz solar tem muitos benefícios, principalmente a ativação da vitamina D, importante para a saúde óssea. Por isso, nos pacientes para os quais orientamos evitar sol, os níveis de vitamina D devem ser mantidos adequados através da ingestão oral, em gotas ou cápsulas. A dose diária necessária varia, e deve ser prescrita pelo reumatologista que tem a formação adequada para cuidar da saúde óssea e do sistema imune do paciente.

Na sua opinião, quais seriam os melhores locais para os doentes reumáticos passarem as férias de verão?
R: O campo e a montanha são boas opções para os doentes reumáticos crônicos.

Dr. Carmo Gonzaga de Freitas é membro da Sociedade Brasileira de Reumatologia e atende de segunda a sexta-feira no Hospital Santa Genoveva, em Uberlândia (MG). O telefone de contato é 34 3236-8344 / 3236-9164.

 

Tags: Saúde
 Cristiane Guimarães Cristiane Guimarães
Entre Nós!

Cristiane Guimarães é Comunicadora Social com habilitação em jornalismo e atua há mais de 25 anos no mercado. Apaixonada pela profissão é colunista social, produtora e assessora de imprensa.

Leia também: 25 de Maio comemora-se o Dia da Costureira