Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Deixar a casa mais limpa está bem mais caro!

Publicado em 20/01/2023 - 15:54 Por Fernando Agra
destaque
Créditos da imagem: Fernando Agra (2023).

                 Você, que tem o hábito de fazer as compras para a sua casa, deve ter percebido que deixar a casa mais limpa está ficou bem mais caro no ano passado e as perspectivas para esse ano não são nada animadoras. Em média, os preços dos itens de limpeza que fazem parte do cálculo do IPCA, medido pelo IBGE, ficaram quase 20% mais caro em 2022, enquanto que a inflação oficial foi de 5,79%. Fiz um levantamento de preços desses produto na base de dados do IBGE e contribui com uma entrevista veiculada no “Conexão Globo News” em 18 de janeiro desse ano.

                Com relação aos motivos que explicam essa alta considerável nos preços dos artigos de limpeza em 2022, são vários: um deles tem a ver com resquícios deixados pela pandemia, ou seja, as pessoas ficaram mais tempo em casa e passaram a cuidar mais do ambiente, que também se tornou, para alguns, local de trabalho via home-office. Isso aumentou a demanda e essa alta se manteve sobretudo para quem passou a trabalhar, mesmo após a reabertura da economia, em casa com home-office. Podemos observar um aumento na demanda de forma geral pelos artigos de limpeza; O segundo motivo está relacionado com a alta dos custos de produção, por conta de um dólar que ainda alto, apesar de ter mantido uma certa estabilidade quando comparamos a cotação no final do ano em relação ao início de 2022, mas ainda é um patamar alto, acima dos R$ 5,00 e algumas matérias-primas são importadas e com isso, o custo de importar continua alto; Outro motivo é a falta de matérias-primas devido ainda a alguns desarranjos das cadeias produtivas agravados pela Guerra da Ucrânia ao longo do ano passado.

                O que podemos fazer para economiza? Pesquisar é fundamental, de modo a aproveitar promoções e como, em geral, a validade desses artigos de limpeza é alta, o consumidor pode aproveitar e fazer algum estoque quando boas ofertas aparecerem (eu mesmo faço isso!) Procurar substituir por marcas mais baratas, observando, claro, o critério da qualidade; Combinar com alguns parentes próximos, amigos, colegas de trabalho e até vizinhos para comprarem no atacado (nos supermercados de atacarejo, por exemplo) e com isso conseguirem produtos por um preço unitário menor;  E ainda há a opção de pesquisar na internet em sites confiáveis a possibilidade de confeccionar alguns artigos de limpezas de modo caseiro e artesanal, levando em conta a segurança etc.

                Enfim, vamos usar a criatividade, combater todo desperdício, procurar manter o ambiente limpo e usar com racionalidade o material de limpeza. Assim a gente economiza, sobretudo nesse período tão adverso, de inflação alta. 

Tags: IPCA, Inflação, Produtos de limpeza.
 Fernando Agra Fernando Agra
Finanças Agradáveis

Fernando Antônio Agra Santos é palestrante e consultor nas áreas de Finanças Pessoais (Educação Financeira e Aplicações Financeiras). É Economista pela Universidade Federal de Alagoas e Economista da Universidade Federal de Juiz de Fora, Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa, Professor da Universidade Salgado de Oliveira, Professor Visitante dos MBA´s da UFJF (todas em Juiz de Fora - MG) e Professor de Educação Financeira do Colégio Machado Sobrinho.

Leia também: Como ficará a Economia em 2023?